POSTAGENS


"Você pode sonhar acordado, pode acordar de um sonho ou pode viver um sonho na realidade de nossas idéias e conceitos."

domingo, 23 de junho de 2013

Novo site marketingpravc.com.br


Um novo website, com novo logotipo e totalmente remodelado. Mais intuitivo e mais dinâmico. As informações saltam à tela de seu computador de uma forma que você vai se perder em notícias e conteúdo. Acesse já marketingpravc.com.br, compartilhe, curta e sugira. Afinal o nosso site é pra VC.
domingo, junho 23, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0

terça-feira, 18 de junho de 2013

MarketingPraVC


O maior portal de Marketing, com design moderno e com uma interface fácil e agradável. Tudo o que VC queira saber mas não tinha a quem perguntar, está aqui. Informação com dinamismo, serviços, dicas e tudo sobre o fantástico mundo do marketing. Economia e finanças: saiba mais sobre como economizar e crescer, dúvidas trabalhistas e mais para VC e sua empresa. Marketing Pessoal: como se portar em uma reunião de negócios, como preparar um currículo, como ser e como se apresentar, networking eficaz... Coaching: o que é, como se tornar um coach, princípios básicos, o que não é coaching e mais, muito mais. Em breve, 

marketingpravc.com.br 
terça-feira, junho 18, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0

sexta-feira, 7 de junho de 2013

6 Dicas de Marketing


Invista nas redes sociais
Se sua empresa ainda não tem uma página na internet ou perfis nas principais redes sociais é hora de tomar uma atitude. Cada vez mais as pessoas compram e discutem marcas e produtos pela rede e as empresas que ficarem de fora desse movimento vão perder novos consumidores. Além disso, através das redes sociais é possível ouvir os clientes, encontrar pontos a melhorar e fazer mudanças no negócio seguindo a demanda de quem compra.

Construa uma marca forte
Mesmo que não se torne conhecida do público geral, é importante para uma pequena consolidar a marca em seu mercado potencial. Para isso, funcionários, colaboradores e clientes precisam ter clareza sobre a imagem da empresa, já que são eles quem ajudam a divulgá-la. Ter uma posição clara no mercado e construir uma identidade visual padronizada – abrangendo de cartão de visitas a folhetos promocionais – é fundamental.
Ofereça um bom atendimento
A impressão que um cliente leva da sua empresa importa tanto quanto o produto. Seja durante ou depois da venda, é imprescindível ter um bom atendimento. Isso inclui responder às solicitações e reclamações dos consumidores com agilidade e manter um canal direto entre eles e a empresa. Oriente toda a equipe e tenha respostas rápidas para atender às dúvidas. Com um atendimento bem definido, fica mais fácil receber sugestões de mudanças e melhorias, por exemplo.
Calcule o retorno do marketingAlgumas métricas de marketing exigem pesquisas e relatórios elaborados. Outras, porém, podem ser percebidas rapidamente no andamento do negócio. Antes de uma ação, investigue quem é o seu público e qual o efeito esperado. Tenha uma planilha organizada que compare o objetivo da nova estratégia com o resultado conseguido. Compare também os números do período anterior para calcular o impacto do esforço feito para divulgar a marca. 
Faça um plano de marketing
O planejamento de marketing é tão importante quanto o plano de negócios e o tributário. O primeiro passo é analisar os fatores externos e internos que podem influenciar o desempenho da empresa. Entenda como funciona o comportamento de compra do cliente e conheça bem os outros players no mercado. Isso ajuda a definir o posicionamento da empresa e traçar as estratégias, os objetivos e as metas de marketing. Todo plano de marketing deve ter um cronograma que indique um responsável para cada ação.
Informe-se e estude 
Para os empreendedores que não têm uma formação em administração ou uma boa base em conceitos de marketing, os livros podem ser uma saída. Existe uma extensa bibliografia sobre o assunto da qual os pequenos empresários podem tirar proveito. Para começar, busque um autor consagrado, como Philip Kotler e seu livro Administração de Marketing. Se o foco for serviços, a dica é ler Marketing de serviços: pessoas, tecnologia e resultados, de Lovelock e Wirtz. Para ajudar na elaboração do plano de marketing fique com Planos de marketing, de McDonald.
sexta-feira, junho 07, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0

Deus não escolhe os capacitados

Conta certa lenda, que estavam duas crianças; patinando num lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam despreocupadas. De repente, o gelo se quebrou e uma delas caiu, ficando presa na fenda que se formou.
A outra, vendo seu amiguinho preso e se congelando, tirou um dos patins; e começou a golpear o gelo com todas as suas forças, conseguindo por fim quebrá-lo e libertar o amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino: - Como você conseguiu fazer isso?
É impossível que tenha conseguido quebrar o gelo, sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis! Nesse instante, um ancião que passava pelo local, comentou: - Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram: - Pode nos dizer como?
- É simples - respondeu o velho.
- Não havia ninguém ao seu redor, para lhe dizer que não seria capaz.

Autor: (Albert Einstein)
sexta-feira, junho 07, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0

terça-feira, 4 de junho de 2013

Networking, o que é e como fazer

O networking mal construído, entretanto, provoca o efeito contrário. Vira “netburning”. Ou seja, queima a imagem profissional. Para você fazer certo o Empregos.com.br  conversou com Olavo Henrique Furtado, coordenador de pós-graduação e MBA da Trevisan Escola de Negócios, e com a especialista em treinamentos comportamentais Reginah Araújo, autora de “A arte de pagar micos e King Kongs - como viver sem culpa”. Eles dão as dicas.

1. Não confunda networking com amizade
Networking não é apenas uma conversa entre amigos de áreas similares. Isso não quer dizer que amigos não possam fazer negócios junto. O objetivo do networking, contudo, é proporcionar benefíciosprofissionais e, consequentemente, pessoais.

2. Faça networking em locais diversos
Congressos, palestras, reuniões com clientes não são os únicos lugares para fazer networking. O relacionamento profissional pode ser edificado em uma mesa de bar, parques ou clubes. Esses encontros também trazem resultados.

3. Esteja prevenido
Se o networking pode ser realizado em múltiplos locais, o profissional deve ficar atento às oportunidades. Portanto, esteja preparado para construir relações com pessoas de interesse comum. Quando for ao cinema, teatro, restaurante não deixe de levar o seu cartão de visita.

4. Mantenha sua rede viva
Acionar sua rede apenas quando está em apuros não é networking, é “netburning”. Se você age desse modo corre o risco de ficar sememprego e ninguém ficar sabendo. Por isso, mantenha a brasa acesa. Convide os contatos profissionais para um happy hour, cinema, teatro etc.

5. Diversifique seus relacionamentos
Ir sempre aos mesmos eventos todo o ano vira mesmice. É importante frequentar novos lugares que o forcem a conhecer pessoas. Senão sempre encontrará as mesmas caras. Poderá perder oportunidades de negócio por falta de novos contatos.

6. Na internet, escolha a rede certa
Siga pessoas que conhece em redes de cunho profissional - Linkedin, por exemplo - ou voltadas ao público de sua área. Você pode adicionar pessoas por indicação. Nesse caso, sinalize o contato. Cuidado com o que é postado em seu perfil. Evite defender causas contrárias à opinião pública. Isso, certamente, vai queimar o seu filme.


Por Rômulo Martins
terça-feira, junho 04, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0

Endomarketing e a melhoria nas equipes organizacionais

Endomarketing: uma palavra nova no mercado e que ganha a cada dia uma atenção maior na área de administração, vendas e na comunicação. Um de meus leitores me pediu para publicar um artigo voltado para este tema com o objetivo de alcançar uma melhoria nas equipes.

Levando em consideração que é uma prática de marketing que tem seu início dentro das organizações, penso que a melhoria pode ser feita através de alguns pontos importantes que são a comunicação clara do que se deseja oferecer aos clientes com o produto ou serviço fornecidos pela empresa, que benefícios os clientes podem obter com tal produto/serviço e quais valores serão alcançados.

Acredito que um produto/serviço só poderá ser apresentado de forma clara e consistente se os seus vendedores tiverem não só o conhecimento teórico ou visível, mas se obterem um contato direto com o seu produto no âmbito físico do negocio.

Existe um caso apresentado na Harvard Business Review de uma equipe de vendas de motos da marca Hunsk que vendia as motos sem nunca ter andado em uma delas. Uma boa parte não tinha moto e, portanto, qualquer contato com o mundo dos produtos que estavam oferecendo. Foi então que o novo diretor de marketing os conduziu a vivenciar tudo isso proporcionando a sua equipe uma nova forma de abordagem.

Hodiernamente, é de conhecimento vasto que os consultores/vendedores não vendem apenas produtos ou serviços, mas “vendem” sonhos, sensações, expectativas, enfim elementos que não se limitam ao objeto da negociação em si mesmo, mas que se encontram no sujeito, ou seja, no ser humano e em suas experiências. Portanto, é certo que o produto/serviço será melhor ofertado por pessoas que já experimentaram tais aspectos de ordem subjetiva advindos do uso do produto ou prestação de serviço ofertado.

Para constatar isso na prática, basta observar o comportamento cotidiano das pessoas: elas têm o prazer em indicar a outras o hotel, a comida, o carro, o tratamento estético, enfim, o produto ou serviço do qual se utilizaram e que lhe agradaram.

A melhoria das equipes dentro do endomaketing está em dar a elas a experiência de vivenciar, provar do que está sendo colocado no mercado oferecendo, assim, um maior número de ferramentas para apresentar ao cliente seu produto/serviço com uma profundidade maior de conhecimento, com isso você consegue perceber melhor tanto os benefícios como os valores que serão alcançados.

Desta forma, sua equipe poderá falar do que eles provaram e aprovaram, sem falar nas qualidades das empresas que trabalham que serão também ditas durante a comunicação ocorrida no momento da venda, porque falarão do prazer que possuem em representar uma empresa que preza por oferecer o melhor para seus clientes.

Então, se sua equipe nunca provou de seu produto ou serviço, está na hora de você mudar este conceito, de separar um dia para eles fazerem um test drive em seus carros/motos, passar um dia em sua pousada e conferir o serviço, comer de seus belos pratos oferecido em seu restaurante, assistir a um procedimento médico, cirúrgico ou se submeter a um tratamento estético, enfim, ele mesmo sentir na pele o que esta sendo oferecido no mercado.

Tais experiências, certamente, vão ocasionar a motivação e o convencimento da equipe acerca dos benefícios advindos do uso do produto ou serviço por ela ofertado no mercado, que se traduzirá em uma abordagem de venda mais eficaz, com a maximização dos resultados para a equipe e a empresa.


fonte: http://www.gpportal.com.br/2012/08/endomarketing-e-melhoria-nas-equipes.html
terça-feira, junho 04, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Qual o seu perfil de liderança?


Coercitivo - É um tipo muito comum nas empresas. Comanda amedrontando as pessoas. Estilo mandão, do tipo "faça como eu mando". É movido por resultados, tem habilidades para lidar com colaboradores problemáticos. 
Ponto fraco:
 muito voltado a dar feedbacks negativos.

Democrático - Consegue cooperação da equipe, confia na mesma e é muito comunicativo. Cria consenso por meio da participação do grupo. Esse estilo considera que os membros da equipe tem uma certa maturidade e conhecimento para poder participar. 
Ponto fraco: às vezes é indeciso.

Autoritário - Comanda com firmeza, provoca mudanças na equipe, está à frente, mobiliza as pessoas para um ideal. É do tipo que motiva as pessoas a fazerem algo juntamente com ele. 
Ponto Fraco
Muito critico com quem não apresenta resultados.

Marcador de ritmo - É de alto desempenho, do tipo que lidera pelo exemplo, voltado a resultados rápidos. No entanto, o resultado geral pode ser negativo, nem sempre as pessoas estão no mesmo patamar de energia. 
Ponto fraco: muito impaciente com pessoas de ritmo mais lento, costuma sofrer muito por esta razão.

Paternal - constrói laços fraternais, coloca a necessidade das pessoas em primeiro lugar, e é capaz de construir uma equipe voltada aos relacionamentos. É muito bom em resolver conflitos internos.
Ponto fraco: cria pessoas dependentes emocionalmente. Tem dificuldade de dar feedback negativo.

Treinador - Costuma desenvolver muito bem as pessoas, líder de muita ação, tipo: "tente de novo", "você pode", capaz de identificar pontos fortes e fracos com extrema rapidez. 
Ponto fraco: Geralmente alega falta de tempo e acredita que tudo se resolva numa sala de treinamento. Muitas vezes é preciso olhar nos olhos num dialogo verdadeiro e definitivo.

Centralizador - As decisões são normalmente tomadas pelo líder. Este estilo pode ser utilizado em momentos de urgência e principalmente quando os profissionais envolvidos possuem baixa maturidade para caminhar sozinhos, ou seja, estão em processo decapacitação para tal. 
Ponto Fraco:
 A falta de delegação nas atividades pode desestimular a equipe e causar queda no rendimento final da tarefa.

Liberal - O líder delega poderes para um ou mais membros da equipe e fica a disposição para o que for necessário. O nível de maturidade e conhecimento das tarefas pelos profissionais da equipe, nesse caso, precisa ser bem alto para que possam desenvolver um bom trabalho. Este tipo de liderança pode funcionar bem quando os seguidores são pessoas instruídas e maduras. 
Ponto Fraco: Caso não aja um acompanhamento constante do líder na orientação e monitoramento das atividades, a equipe pode ficar completamente perdida e o projeto final completamente comprometido.

Inspirador - Serve de exemplo para os empregados. Raramente precisa dar ordem, cada um sabe o que fazer e aonde ir. Encaixa perfeitamente em equipes muito motivadas. 
Ponto Fraco: Estes profissionais possuem necessidade de status, por isso, em alguns casos, acha que o seu caminho traçado é o melhor e perde a oportunidade de ouvir seus comandados. Pode ter problemas com profissionais mais experientes ou talentos jovens depersonalidade forte.

Visionário – Cria projetos em longo prazo construtivos e atraentes para a organização. Para ele, o futuro é que dá sentido à ação do presente. Liderança capaz de reconhecer talentos com facilidade. 
Ponto Fraco: Pode ter problemas na realização de tarefas em curto prazo e de manter a motivação constante em sua equipe.

Fonte: Administradores.com.br Autor: Fábio Bandeira de Mello
segunda-feira, junho 03, 2013 Postado por Daniel Cavalcanti 0